20120329

Gavião-branco (Accipiter novaehollandiae)

ESPÉCIE: 000.033
CAIXA TAXONÔMICA
02: - Accipitriformes:
02.1: - Accipitrídeos:
02.1.01: - Accipiter:
02.1.01.33: - Gavião-branco (Accipiter novaehollandiae)
Gmelin, 1788
ESTADO DE CONSERVAÇÃO: LC - Pouco Preocupante.

                  O Gavião-branco (Accipiter novaehollandiae), conhecido também como Milhafre Branco, é uma ave forte, ave de rapina da família Accipitridae

Descrição:
                  O gavião-branco tem sua cabeça cinza pálida e a parte superior também cinza-azulado, para trás, as pontas das asas são mais escuros, com barrado de cinza no peito e cauda, ​​e as partes inferiores são brancas; esta espécie é uma das únicas aves de rapina, que pode ser encontradas de cor totalmente brancas. 

Tamanho:

               Estes gaviões são de tamanho que pode atingir cerca de 40-55 cm de comprimento, com envergadura de 70-110 cm. As fêmeas são muito maiores que os machos, pesando cerca de 680 gramas, sendo os machos pesando apenas, em média, 350 gramas cada. 

Distribuição geográfica e Habitat:
                O gavião-branco pode ser encontrado ao longo das costas do norte, leste e sudeste da Austrália, Tasmânia, o Lesser Sunda Islands, Molucas, Nova Guiné e Ilhas Salomão. Seus habitats preferidos são as florestas de matas altas e cursos de água. 

Alimentação e Caça:
            Estes gaviões, geralmente atacam mamíferos, como coelhos, gambás e morcegos. Eles também podem comer pequenas aves, répteis e insetos. As fêmeas, devido ao seu tamanho, podem pegar presas bem maiores que os machos. A caça é muitas vezes é feita em surpresa, mas os gaviões-brancos estão dispostos a perseguir e lutar com suas presas antes de agarrá-la com suas garras, numa verdadeira luta. 

Reprodução:
          Os gaviões-brancos acasalam livremente e vivem com uma única parceira (monogâmicos) por toda a vida. O acasalamento acontece de julho a dezembro, quando o casal constroem seu ninho em árvores altas formando uma plataforma de gravetos e galhos com uma depressão central forrado com folhas verdes. A fêmea coloca uma ninhada com 02 ou 03 ovos, que são incubados dentro de 35 dias. Os pintainhos nascem e emplumam dentro de 35-40 dias após a eclosão. A fêmea geralmente é responsável pela incubação dos ovos e alimentar os jovens; Porém, o macho faz a maior parte da caça.


Videos da Espécie:

video

video

video

Fotos da Espécie:




ORNITOLOGIA
Jisohde G. Posser
120329

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado;
Volte sempre para dar uma expiadinha...